Últimas


Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_latestnews/helper.php on line 108

Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_latestnews/helper.php on line 108

Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_latestnews/helper.php on line 108

Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_latestnews/helper.php on line 108

Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_latestnews/helper.php on line 108

Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_feed/helper.php on line 46

Dica Rápida

Evite fazer emendas em fios elétricos, mas como às vezes é inevitável, isole bem a emenda com produtos de boa qualidade.

Mais Visitados


Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_mostread/helper.php on line 77

Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_mostread/helper.php on line 77

Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_mostread/helper.php on line 77

Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_mostread/helper.php on line 77

Warning: Creating default object from empty value in /home/content/16/8113416/html/modules/mod_mostread/helper.php on line 77

Mais Votados

-Freio traseiro a disco no Jeep (13 Votos) (Média: 5)

-Esquemas detalhados do Niva (9 Votos) (Média: 5)

-Código Fonético Internacional (4 Votos) (Média: 5)

-Vedando o distribuidor II (4 Votos) (Média: 5)

-Sugestão de painel (3 Votos) (Média: 5)

Levantando a suspensão do Niva PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 15
PiorMelhor 
Escrito por Administrator   
Dom, 27 de Julho de 2008 20:08
Cuidados ao alterar a suspensão
Sempre que o assunto é levantar o carro alguns cuidados precisam estar em mente. Alterar a suspensão é mexer diretamente com o projeto original do carro, projeto este que muitas vezes levou meses para ser feito, consumindo engenheiros e ocupando a cabeça de projetistas com cálculos de limites do carro, como por exemplo, os ângulos de inclinação.
Normalmente, um carro levantado perde em estabilidade, pois o centro gravitacional original é alterado, fazendo com que o ponto de equilíbrio seja projetado para fora do eixo em inclinações laterais, envolvendo ângulos que até então o carro suportava sem problemas. O efeito final é a capotagem prematura. 
Um outro problema a ser observado quando se levanta um carro é com relação ao conjunto de transmissão. A medida que levanta-se a suspensão do carro, o ângulo que o eixo cardã faz com a caixa de transferência e o diferencial, começa a mudar. Sendo assim, uma alteração muito significativa na altura do carro compromete diretamente o funcionamento do sistema, diminuindo a vida útil dos compenentes.
Benefícios
Qual é o benefício de levantar o carro, tendo em vista tantos possíveis problemas?
Levantamos o carro com o objetivo de melhorar os ângulos de ataque e saída. Obstáculos maiores podem ser vencidos mais facilmente, como subidas de barrancos e saídas de rios. Além disso, com o chassi mais alto é possível colocar pneus maiores, o que melhora o vão livre em relação ao solo. Erosões, desníveis e pedras em rios ficam igualmente mais fáceis de serem vencidos. Com certeza a performance off road pode ser melhorada bastante e há ainda a turma que levanta o carro simplesmente porque ele fica mais bonito e mais agressivo. E cá entre nós, eles têm razão.
Então, qualquer alteração em suspensão precisa de um estudo bem feito, critérios, cálculos, testes e bom senso. Existem os chamados kits de suspensão, cujo objetivo é levantar o carro, mas também garantir sua estabilidade bem como diminuir o efeito colateral que a mexida implementou.
Levantando a dianteira do Niva com o "kit Scherer"
Seguindo essa linha, uma das novidades recentes e interessantes com relação ao Niva é o chamado "kit Scherer" para levantar a suspensão dianteira. O kit consiste basicamente de arruelas que são empilhadas e instaladas nos parafusos de fixação entre a bandeja e a balança inferior do carro. O objetivo é calçar a bandeja. Mas a peça principal do kit, além das arruelas, é um calço de aço que foi desenvolvido pelo Rui Scherer do Niva Clube do Rio Grande do Sul. Este calço permite a adaptação do pivô superior da linha de caminhonetes GM até 92, como as D20 ou C10. Seu objetivo é proporcionar maior curso da suspensão dianteira, não só compensando a perda forçada pelas arruelas, mas incrementando o curso um pouco mais ainda. Sem contar que a qualidade do pivo GM é superior e, além disso, mais barato.
O “kit Scherer” é conseguido, naturalmente, com o Rui Scherer, que pode ser encontrado na Lista de discussão do Niva Clube ou pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo. . A instalação basicamente é feita como segue:
Instalando o "kit Scherer"
Em primeiro lugar, além de deixar o carro com o freio de mão acionado, aconselha-se engatar a primeira reduzida e o bloqueio do diferencial central. Usando-se bons macacos, levante o carro e retire o pneu dianteiro. Um segundo macaco, preferencialmente tipo sanfona, deve ser usado para calçar a roda. Este macaco nós iremos usar para subir e descer o conjunto, na medida em que formos precisando.
Usando as chaves de boca corretas, solte o pivô da balança superior e retire o mesmo. Retire também a própria balança superior, para em seguida remontá-la sem as arruelas de cambagem. Coloque o pivô GM, usando o calço principal do kit Scherer como sendo uma flange entre os dois.
Retire os dois parafusos frontais de fixação entre a bandeja e a balança inferior. Os demais parafusos não precisam ser retirados, apenas afroxe bastante. Se retirar, o trabalho para remontar tudo será realmente grande. Afroxe também os parafusos do suporte da barra estabilizadora e retire o parafuso de fixação do amortecedor na bandeja, de modo a desencaixar e deixar solto o amortecedor na parte inferior do mesmo.
Coloque as arruelas que vêm com o kit. São dez arruelas no parafuso frontal mais perto da roda e cinco arruelas no parafuso frontal mais perto do diferencial. Seria interessante colocar uma arruela extra no parafuso traseiro para dar um calçamento mais uniforme. Para instalar as arruelas, desça o macaco que está apoiando a roda para que se possa abrir espaço entre a bandeja e a balança inferior. Peça a uma outra pessoa para separar a bandeja da balança inferior usando, por exemplo, a chave de roda como ferramenta. Com a ajuda de um martelo você poderá ir corrigindo o alinhamento das arruelas, na medida que for recolocando os parafusos no lugar, parafusos estes mais longos que os originais. Feito isso, recoloque o amortecedor no lugar e reaperte todo o sistema. Repita tudo na outra roda.
Pronto, o kit Scherer está instalado. Você ainda vai precisar refazer o alinhamento do carro. Agora é só experimentar como ficou e, por via das dúvidas, guarde todas as peças originais retiradas, para o caso de querer voltar à posição original do carro.
Levantando a traseira do Niva com rodinhas de borracha
No caso da traseira, o mais comum era trocar a mola original por outra mais alta e mais dura. Mas o que o pessoal passou a fazer de uns tempos para cá é calçar a mola traseira com alguma peça de borracha, nylon ou aço, no formato do calço original do Niva, só que mais grossa. Normalmente, usa-se rodinhas de borracha, tipo as de carrinho de supermercado. Basta retirar o miolo e usar o anel da borracha. Neste caso, você precisa encontrar tais rodinhas, que precisam ter as medidas de 12cm para diâmetro externo, 8cm para diâmetro interno e no máximo 2,5cm de espessura, já com o miolo retirado. A rodinha deve ser montada por cima do calço original de aço da mola traseira do Niva.
Levantando a traseira do Niva com calços de Opala
Uma outra alternativa é usar os calços de mola traseira para o Opala ano 80 em diante. Esses calços são mais fáceis de achar do que as rodinhas de borracha tal como especificado, e têm ainda a vantagem de já possuirem as medidas certas. Existem dois tipos de calço para Opala, um menor e outro maior. O que serve para o Niva é o maior. Usamos dois calços para cada mola do Niva. Cada calço consiste em uma peça circular de borracha, contendo uma espiral e uma saia protetora. Nós cortamos as saias e montamos os calços um por cima do outro, encaixando as espirais. O efeito final é uma peça única de borracha compacta, como se fosse uma rodinha. Da mesma forma, a peça deve ser instalada por cima do calço de aço da mola traseira do Niva. Usando-se esta solução, conseguimos levantar a traseira do Niva cerca de 2cm.
 



Detalhe das arruelas instaladas na balança inferior, calçando a bandeja. São dez arruelas no parafuso mais perto da roda e cinco arruelas no parafuso mais perto do diferencial.
Os parafusos são trocados por parafusos de mesmo diâmetro, porém mais longos.


Detalhe do calço principal do kit Scherer já com o pivô GM instalado. Novos parafusos mais longos precisam ser usados.

Detalhe da fixação original da balança superior por dentro do berço do motor do Niva. Repare nas arruelas que conferem à balança a posição de avanço e recuo do braço.

 

Detalhe da fixação nova para a balança superior por dentro do berço do motor do Niva. Repare que as arruelas de avanço e recuo foram retiradas. Isso é feito para que o carro não perca cambagem devido ao recuo forçado que o braço da balança inferior foi submetido após a instalação das arruelas que calçam a bandeja.

Comparação entre um Niva original (à esquerda) e o “Mega” Niva após a instalação do kit Scherer para levantar a dianteira.


Calços de Opala para a mola traseira. Abaixo, à esquerda, um calço original para Opala 80 em diante, tipo grande. Abaixo, à direita, o mesmo calço com a saia cortada. Acima, à esquerda, dois calços já com a saia cortada e montados um por cima do outro, encaixados e formando uma peça única de borracha.



Os dois calços recortados devem ser montados por cima do calço de aço original da mola traseira do Niva, sempre uma face virada para outra, de modo a permitir o encaixe entre as partes.



Detalhe dos dois calços já encaixados, na posição final que assumirão perante o conjunto. Agora basta remontar a mola traseira com o calço de aço original, por baixo dos calços de borracha.



Detalhe do conjunto montado e pronto. Os calços de borracha por cima, em seguida o calço de aço original e por fim a mola. Desta forma, a traseira do Niva fica cerca de dois centímetros mais alta. O mesmo efeito pode ser obtido usando-se rodinhas de borracha ou nylon, tipo as usadas em carrinhos de supermercado.


Rodinha de carrinho de supermercado servindo de calço de mola. As medidas devem ser 12cm de diâmetro externo, 8cm de diâmetro interno e no máximo 3cm de espessura.
 Fonte: NivaSite
Última atualização ( Dom, 27 de Julho de 2008 20:38 )